RCN12
Planalto Studio
Publicite

UNITA reage à alegada valida√ß√£o da queixa-crime contra Adalberto Costa

A Uni√£o Nacional para a Independ√™ncia Total de Angola (UNITA) emitiu um comunicado esta segunda-feira 22 de Novembro, reagindo às declara√ß√Ķes do seu antigo militante Rui Manuel Galhardo da Silva sobre a validade da queixa-crime contra Adalberto Costa J√ļnior.

Por Isaac Sócrates em 22/11/2021 às 13:01:21
UNITA reage à alegada validação da queixa-crime contra Adalberto Costa

UNITA reage à alegada validação da queixa-crime contra Adalberto Costa

Na √ļltima sexta-feira dia 19 de Novembro, Rui Galhardo, o antigo militante da UNITA, garantiu que a queixa-crime apresentada contra Adalberto Costa nunca foi arquivada, conforme afirmou o porta-voz da Procuradoria-Geral da Rep√ļblica, Álvaro Jo√£o.

Na nota publicada pela UNITA, a dire√ß√£o do partido explica que Rui Manuel Galhardo Silva "n√£o tem nenhum v√≠nculo de milit√Ęncia" com a UNITA, "n√£o exerce nenhuma fun√ß√£o diretiva" no partido e "n√£o est√° incorporado em nenhum Comité da UNITA, pelo que, quando ele fala, f√°-lo como cidad√£o".

Por este facto, n√£o se op√Ķe a quaisquer "actos de cidadania por parte dos seus militantes, muito menos por parte dos seus simpatizantes ou dos angolanos em geral, em particular quando estiverem em causa os seus direitos constitucionais".

O caso ganhou repercuss√£o em mar√ßo deste ano, depois de Galhardo ter apresentado a queixa-crime a alegar que Adalberto Costa J√ļnior ter√° incitado militantes do partido para o agredir na prov√≠ncia do U√≠ge.

Em declara√ß√Ķes à sa√≠da da PGR, Galhardo disse à TPA que recebeu garantias da PGR de que o caso avan√ßar√° e que Adalberto Costa J√ļnior ser√° levado às barras do tribunal.

A dire√ß√£o da UNITA também salientou ainda que "condena com veem√™ncia a extensa cobertura jornal√≠stica" do caso "por parte dos órg√£os p√ļblicos de comunica√ß√£o social, os quais depois de se absterem rigorosamente de fazer a cobertura do lan√ßamento da candidatura de Adalberto Costa J√ļnior".

Para a UNITA, os órg√£os p√ļblicos de comunica√ß√£o fazem uma "vergonhosa cobertura, pois o que pretendem é denegrir a imagem do candidato a Presidente da UNITA".

A dire√ß√£o do partido também protestou no comunicado contra o que entende ser uma "censura permanente dos órg√£os p√ļblicos de comunica√ß√£o social aos conte√ļdos relativos às atividades da UNITA, em clara viola√ß√£o à Constitui√ß√£o da Rep√ļblica e à lei angolanas e uma grosseira tentativa de interfer√™ncia nas quest√Ķes internas da UNITA por parte das institui√ß√Ķes do Estado".

Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio