RCN12
Planalto Studio
Publicite

Fome em Benguela obriga população recolher comida no lixo

Vários cidadãos residentes na cidade do Lobito, província de Benguela enfrentam muitos dificuldades que os obriga a recolher alimentos nos depósitos de lixo.

Por Teresa Cabari em 01/10/2021 às 12:09:53
Fome em Benguela obriga população recolher comida no lixo

Fome em Benguela obriga população recolher comida no lixo

Em uma reportagem feita pela equipa da Camunda News em Benguela, depois de tantos relatos e informa√ß√Ķes dos munícipes, foi possível ver o triste cen√°rio de algumas pessoas apanhadas em flagrante algumas pessoas dentre elas idosas e crian√ßas que nada tinham para comer e decidiram ir ao deposito para comer os restos de comida jogada fora.

Dona Adriana António, uma senhora de aparentemente 60 anos de idade, foi encontrada a comer os restos residuais junto com a sua irm√£. Questionada sobre os motivos que à levou até aquele local, a mesma respondeu que deve-se a falta de alimentos e sobretudo condi√ß√Ķes financeiras para confecionar e ter uma alimenta√ß√£o digna.

"Estou a apanhar lixo porque n√£o temos nada para comer, n√£o tenho ninguém, n√£o tenho m√£e, n√£o tenho pai". Disse a anci√£

Adriana António explicou que n√£o t√™m família na província e que faz do lixo a sua moradia j√° h√° um ano. Algumas vezes, explicou ela, apanha também garrafas pl√°sticas para vender petróleo para poder saciar a fome que tanto a aflige.

"Estou aqui a muito tempo, j√° vai h√° um ano".

"O que apanho ou que v√£o dar é o que como. As vezes apanho cantil para vender petróleo" Acrescentou a anci√£ que carregava no seu rosto uma profunda dor, tristeza e desgaste.

Arminda José, uma das moradoras da cidade do Lobito, reside perto do deposito de lixo em que algumas pessoas procuram alimenta√ß√£o, contou que este triste cen√°rio j√° se regista h√° algum tempo.

A munícipe considera a subida dos pre√ßos da cesta b√°sica um dos principais motivos que levam as pessoas a olham para o lixo como a solu√ß√£o para saciar a fome e se submeter a v√°rios riscos de doen√ßas.

"É muito mal, uma mais velha dessas a comer no lixo, pegar o lixo com fraldas, est√° mesmo mal. E n√£o é só nesse lixo aqui, tem outros lixos que eles v√£o procurar comida. Eu j√° vi m√£e a recolher bid√Ķes para vender para dar de comer o filho que est√° no hospital". Disse Arminda José

A mesma, aproveitou as camaras da Camunda News para apelas aos órg√£os de direito que baixe os pre√ßos da cesta b√°sica e que ajudem a anci√£ que vive h√° cerca de um ano a recolher comida no deposito de lixo.

"Baixem o preço da cesta básica. Têm que ajudar a mais velha, com alimentação, vestuário, calçado porque se calhar vai já anda descalça nesse lixo e depois com a chuva que caiu ontem está mal".

Fonte: Camunda News

Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio