RCN12
Planalto Studio
Publicite

Governo aprova lei para criação de escola de guerra

O Conselho Nacional de Transição do Mali que tem actuado como uma Assembleia legislativa durante o período de transição aprovou na quinta-feira um projecto de lei para criar um Colégio de Guerra.

Por Teresa Cabari em 24/09/2021 às 09:23:49

O Conselho Nacional de Transição liderada por militares, votou pela criação da escola para fortalecer o arsenal de segurança nacional do país, e em particular pelo treinamento de futuros oficiais do exército do Mali.

Segundo as informações avançadas pelo Africa News, o Mali War College, irá "fornecer treinamento de alto nível para oficiais superiores das forças de defesa e segurança", do exército, polícia, mas também para certos executivos civis.

A instituição será também um local de pesquisa em estratégias de defesa e segurança, em colaboração com a comunidade acadêmica. E os oficiais que se formarem neste programa destinam-se a ocupar os cargos mais altos de um estado-maior, dentro do exército do Mali, mas também serão enviados para combater em operações internacionais como missões de paz da ONU.

A escola que há muito tem sido falada pelo facto do exercito maliano ter sido muitas vezes treinado e educado fora daquele país, ainda não foi definido um local tão pouco o orçamento para ser investido, mas no entanto, estima-se em mais de 2, 5 bilhões de francos, moeda local que equivale a mais de dois bilhões de kwanzas.

De salientar que uma companhia francesa formada por ex-militares foi convidada a fornecer treinamento para a futura escola de guerra

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio