RCN12
Planalto Studio
Publicite

"Mais do que para o Partido Socialista, é uma perda para o país". As reações à morte do Ex Presidente de Portugal, Jorge Sampaio

Na sequência da morte de Sampaio, várias figuras públicas reagem e homenageiam o antigo Presidente da República. "Bateu-se pela democracia e pela liberdade", lembra Ana Catarina Mendes.

Por Administrador em 10/09/2021 às 08:19:58

A morte de Jorge Sampaio é "mais do que uma perda para o Partido Socialista". "É uma perda para o país". As palavras são de Ana Catarina Mendes, a líder parlamentar do partido do qual Sampaio foi secretário-geral, em declarações à rádio observador. Palavras semelhantes, na sequência da morte do antigo Presidente da República, chegam de várias figuras de política — e não só. Durão Barroso lembrou a "personalidade empenhada" de Sampaio. Ferro Rodrigues lamentou a perda de "um amigo de longa data".

Lembrando de que formas Sampaio "marcou o país" — desde logo, disse, como advogado dos presos políticos, antes do 25 de abril —, Ana Catarina Mendes afirmou que o ex-Presidente "bateu-se pela democracia e pela liberdade". "Em cada cargo que ocupou, honrou sempre esse legado e aprofundou sempre a democracia. É uma perda evidentemente significativa para o Partido Socialista por todas as marcas que nos deixa", disse.

Durão Barroso deixou os seus "mais sentidos pêsames para a família de Jorge Sampaio", com quem teve, "a honra de trabalhar" e que era "personalidade realmente empenhada com as causas da democracia e do desenvolvimento social no nosso país e no plano internacional".

Fonte: observador

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio