RCN12
Planalto Studio
Publicite

Ministra afirma Contas "fantasmas" atrapalham execução orçamental do Estado

Ainda existir muito dinheiro fora do controlo do Estado face ao elevado número de contas bancárias, umas autorizadas e outras não de organismos públicos, à margem da Conta Única do Tesouro (CUT), afirmou, hoje, segunda-feira, aministra das Finanças, Vera Daves de Sousa.

Por Isaac Sócrates em 06/09/2021 às 12:09:23
Ministra afirma Contas "fantasmas" atrapalham execução orçamental do Estado

Ministra afirma Contas "fantasmas" atrapalham execução orçamental do Estado

A ministra fez tais declarações durante o workshop sobre o "Sistema de Controlo Interno", de iniciativa da Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE), que se prolonga até amanhã, em formato virtual (plataforma Zoom) e presencial (na Escola Nacional da Administração e Políticas Públicas).

A ministra das finanças disse ser necessário atacar em bloco às infracções de ter-se património financiado com dinheiro do Estado, mas não registado em nome deste.

Para se concretizar a ministra solicita transparência e responsabilidade aos gestores públicos, lembrando ser fundamental que as lideranças de hoje não comprometam o futuro da geração de vindoura.

Como defendeu, na prelecção "Infracções às Regras Orçamentais", que fez no workshop, a única forma de travar ciclos viciosos é responsabilizar quem pratica os actos que violem as normas estabelecidas.

"Temos de assegurar o controlo interno dos organismos públicos e a melhor forma é a prestação de contas", disse.

De realçar que foi aberto pelo inspector-geral da Administração do Estado, Sebastião Gunza, vai contar, também, com intervenções do ministro Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queirós, do secretário do Presidente da República para Reforma do Estado, Pedro Fiete.

O procurador-geral da República, Hélder Pitta Gróz, o professor catedrático Carlos Feijó, entre outros especialistas, vão, igualmente, participar nos debates com diferentes painéis como prelectores. E o evento encerra esta terça-feira (7).

A IGAE é o órgão encarregue de, acordo com a legislação em vigor, promover acções preventivas e repressivas em matéria de infracções anti-económicas e contra a saúde pública.

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio