RCN12
Planalto Studio
Publicite

Aniesa constata mais de 200 infracções na venda de produtos da cesta básica

A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar fez um levantamento com base nos preços dos produtos alimentares da cesta básica, nos hipermercados e depois de quase dois meses de inspecções, relativamente aos mercados grossistas e retalhistas de Luanda, constatou mais de 200 infracções cometidas por parte dos agentes económicos.

Por Divânia Nascimento em 07/07/2021 às 17:30:13
Aniesa constata mais de 200 infracções na vende de produtos da cesta

Aniesa constata mais de 200 infracções na vende de produtos da cesta

Diante deste facto, Amadeu Leitão Júnior, secretário de Estado para o Comércio, reconheceu esta semana, que a situação é originada pela fraca produção nacional, contrariando o discurso dos seus colegas do Ministério da Economia, conforme noticia o jornal Expansão.

Cerca de 205 inspecções foram concluídas nos demais estabelecimentos comerciais em Luanda, com a excepção dos municípios de Quissama, Icolo e Bengo que, segundo os órgãos competentes, deve-se da falta de processos de importação de mercadorias, inexistências de facturas bem como a aquisição e estruturas de cálculos de preços, má conservação de produtos, vendas de alimentos expirados e rotulagem em língua estrangeira.

Importa referir, que até ao momento, mantém-se uma constante subida de preços dos produtos da cesta básica no país, na ordem dos 20% em comparação aos preços praticados há oito meses nos super e hipermercados de referência, com destaque ao arroz, leite, farinha de trigo, açúcar, fuba de milho, óleo vegetal, massa alimentar, feijão, carapau, frango e outros, sobretudo alimentos de produção local, fez com que o poder de compra das famílias angolanas reduzisse significativamente na procura destes produtos.

Fonte: Camunda News

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio