RCN12
Planalto Studio
Publicite

Tomás Bica sem autorização de posse do mercado do Kikolo

A governadora de Luanda, Joana Lina, esclareceu nessa quinta-feira, dia 6, que a gestão do mercado do Kikolo continua sob a direcção da administração municipal de Cacuaco e não do Cazenga.

Por Teresa Cabari em 07/05/2021 às 13:18:31
Tomás Bica sem autorização de posse do mercado do Kikolo

Tomás Bica sem autorização de posse do mercado do Kikolo

Em uma audiência colectiva realizada pelo Governo Provincial de Luanda aos munícipes de Cacuaco, a dirigente afirmou que não existe nenhum documento em posse do Governo da Capital que informe que o mercado tenha passado para o município do Cazenga.

Entre outras, a dirigente esclareceu que apesar de os dois municípios partilharem aspectos de delimitação de um ou mais metros de espaços, ou dividindo uma curva que se encontra em um ou outro município, referindo-se assim ao Cazenga, não se pode atribuir a gestão do mercado, colocando assim um ponto final na disputa entre os dois municípios.

De referir que Tomás Bica e Auxílio Jacob, administradores do Cazenga e Cacuaco, respectivamente, encontram-se há já algum tempo de costas viradas por conta do mercado do Kikolo. Cada um defende que o mercado pertence à circunscrição sob sua jurisdição.

Tomás Bica evoca a nova divisão administrativa para justificar a sua posição. Já Auxílio Jacob advoga que o mercado nunca deixou de ser pertença do município que administra.

Informações disponíveis dão conta que o mercado do Kikolo rende quase 60 milhões de kwanzas por mês, sendo que o total de quota diária adquirida dos comerciantes ronda aos 2 milhões de kwanzas

Fonte: Camunda News

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio