RCN12
Planalto Studio
Publicite

MPLA considera evidente existência de liberdade de imprensa em Angola

O MPLA exortou, na manhã desta segunda-feira, a sociedade angolana, em particular a classe jornalística, a trabalhar unida e abnegadamente para o reforço da liberdade de imprensa e de expressão, como vectores para a consolidação do Estado Democrático de Direito.

Por Isaac Sócrates em 03/05/2021 às 13:19:38

Numa mensagem alusiva ao do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, que se assinala hoje, 3 de Maio, o MPLA, segundo escreve a Angop, reafirma a necessidade do acesso dos cidad√£os a uma informa√ß√£o mais plural, rigorosa, isenta e credível, apelando à melhoria e diversifica√ß√£o de conteúdos jornalísticos, para contribuir para o desenvolvimento educacional, cívico e cultural da popula√ß√£o.

Refere que, enquanto conceito fundamental nas democracias modernas, a liberdade de imprensa é uma realidade cada vez mais evidente em Angola, contribuindo para a forma√ß√£o e valoriza√ß√£o da consci√™ncia crítica dos cidad√£os e para a dignifica√ß√£o da classe jornalística.

Entre outras, o MPLA destaca, igualmente, a necessidade da promo√ß√£o da pluralidade, da transpar√™ncia e do combate à corrup√ß√£o e todas as pr√°ticas nocivas à sociedade.

O partido liderado por Jo√£o Louren√ßo encoraja em nota os jornalistas a prosseguirem com o agendamento e a divulga√ß√£o de ac√ß√Ķes de preven√ß√£o e sensibiliza√ß√£o que incentivem os cidad√£os a acatarem as medidas de biosseguran√ßa para se travar a propaga√ß√£o do vírus da Covid-19 no país.

Entretanto, importa que contr√°rio à vis√£o do MPLA e do Governo em rela√ß√£o a progress√£o da liberdade de imprensa, v√°rios observadores consideram que Angola regrediu em termos de liberdade de imprensa. E apontam a falta de cobertura dos órg√£os públicos das actividades de partidos na oposi√ß√£o como um dos exemplos de falta de liberdade de imprensa. Além do facto de os órg√£os de comunica√ß√£o social ent√£o privados, agora sob controlo do Governo por conta de arrestos, passarem a negligenciar as actividades de partidos na oposi√ß√£o, ao passo que abordam quest√Ķes que maculam as organiza√ß√Ķes em oposi√ß√£o ao MPLA sem o devido cruzamento das fontes.

O 3 de Maio, Dia Internacional da Liberdade de Imprensa est√° também a ser celebrado numa altura em que tr√™s canais de televis√£o foram proibidos de emitir no território nacional. O Governo, através do Ministério das Telecomunica√ß√Ķes, Tecnologia de Informa√ß√£o e Comunica√ß√£o Social justificou a medida sublinhando que os referidos órg√£os ter√£o violado as regras para actua√ß√£o no mercado.

Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio