RCN12
Planalto Studio

Na Rússia: Apoiantes de Alexei Navalny detidos frente à colónia penal

Vários apoiantes do opositor russo Alexei Navalny entre médicos e jornalistas foram detidos nessa terça-feira quando se deslocaram à colónia penal onde o opositor cumpre uma pena de prisão e está em greve de fome.

Por Márcia Cordeiro em 07/04/2021 às 05:50:32
Apoiantes de Alexei Navalny detidos frente à colónia penal

Apoiantes de Alexei Navalny detidos frente à colónia penal

A equipa médica e os jornalistas acorreram ao referido estabelecimento prisional com o objectivo de apenas obterem informações sobre o estado de saúde de Alexei Navalny, que não se alimenta há já alguns dias.

De acordo com a agência noticiosa AFP, Anastassia Vassilieva, a médica pessoal de Navalny, encontra-se entre as pessoas detidas e que foram dirigidas para furgões da polícia frente ao campo nº 2 de Pokrov, a 100 quilómetros de Moscovo.

Alexei Navalny de 44 anos, maior opositor de Vladmir Putin, anunciou a 31 de Março, a realização de uma greve de fome em protesto contra as suas condições de detenção, acusando a administração penitenciária de lhe recusar cuidados de saúde e de "tortura" por privação do sono.

Ainda na segunda-feira, através das redes sociais, Alexei Navalny disse sofrer de uma forte tosse e febre, para além de dores nas costas e de problemas nas pernas de que dizia padecer desde finais de Março.

Em reacção às acusações que se vêm multiplicando de que a instituição prisional tem feito descaso da situação de Navalny, o porta-voz do Kremlin sublinhou que Alexei Navalny é um preso como qualquer outro e que não deverá beneficiar de "condições particulares".

Navalny cumpre uma pena de dois anos e meio de prisão por fraude num caso que remonta a 2014, que o mesmo e a União Europeia classificam como politicamente motivado.

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio