RCN12
Planalto Studio

Santos Silva quer que Angola esclareça porque é que Portugal é o único país europeu com corte nas ligações aéreas

Angola decidiu cortar as ligações aéreas com Portugal a partir de 24 de Janeiro, a notícia não caiu bem em Lisboa, e o Palácio das Necessidades pede esclarecimentos.

Por Administrador em 15/01/2021 às 06:58:26


O ministros dos Negócios Estrangeiros português afirmou que vai tentar "compreender" a suspensão, por parte de Angola, de "voos regulares com Portugal a partir das 00:00 horas de 24 de Janeiro.

"Tentaremos compreender, tão cedo quanto possível, porque são suspensos os voos regulares com Portugal e não com outros países europeus", avançou o gabinete do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Angola anunciou esta quinta-feira a suspensão temporária de voos com Portugal, além do Brasil e da África do Sul, alegando a necessidade de controlar a propagação da pandemia covid-19, em particular das novas estirpes do vírus consideradas mais contagiosas.

"A dinâmica de voos regulares vai sofrer alterações", salientou o ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República de Angola, Adão de Almeida. "Vamos ter um período de pouco mais de uma semana onde o objetivo é permitir que o máximo possível de cidadãos angolanos e estrangeiros que se encontram nesses países possam regressar".

Adão de Almeida salientou que outras ligações aéreas continuarão a funcionar sem quaisquer alterações, acrescentando que a diferença é que, "mesmo para essas ligações, passa a ser obrigatório o teste pós-desembarque".

As outras companhias aéreas com quem Luanda mantém ligações (Emirates e Qatar Airways, Air France e Lufthansa) continuam a assegurar as suas frequências e voos regulares.

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio