RCN12
Planalto Studio

JPA homenageia Hilbert Ganga morto a tiro por operacional da UGP

A JPA - Juventude Patri√≥tica de Angola, agremia√ß√£o juvenil da Coliga√ß√£o CASA-CE, iniciou um programa de homenagens ao seu patrono Hilbert Ganga, morto com dois tiros às costa, disparados por um operacional da Unidade de Guarda Presidencial em 2013.

Por António Zacarias em 25/11/2020 às 08:14:39
JPA homenageia Hilbert Ganga morto a tiro por operacional da UGP

JPA homenageia Hilbert Ganga morto a tiro por operacional da UGP

O acto central de homenagens a Hilbert Ganga teve início nessa segunda-feira, 23, e estender-se-√° até ao próximo s√°bado, dia 30. Para os jovens militantes da CASA-CE, Hilbert Ganga "tombou heroicamente".

De acordo com os relatos, Hilbert Ganga foi morto depois de ser detido por operacionais da UGP, perto do est√°dio dos Coqueiros, quando o mesmo afixava às paredes, panfletos com dizeres que condenavam a morte dos activistas Cassule e Kamulingue. Entretanto, foi alvejado às costas quando tentou pôr-se em fuga j√° no perímetro do Pal√°cio Presidencial.

O jovem militar Desidério Patrício Barros, identificado como o autor dos disparos, chegou a ser julgado dois anos depois, mas acabou por ser absolvido pelo juiz José Domingos Pereira, por considerar que Hilbert Ganga e outros jovens, colavam "cartazes ofensivos à pessoa do ent√£o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, além de terem violado do perímetro de seguran√ßa do Pal√°cio Presidencial", e que, em face disso, concluiu o juiz na altura, que o jovem militar agiu em mero cumprimento do servi√ßo" a que estava afectado.

Fonte: Camunda News

Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio