RCN12
Planalto Studio
Publicite

Negociações entre o SinProf e o MED fracassaram mais uma vez

O encontro negocial entre o Sindicato Nacional dos Professores (SinProf) e a tutela, o Minist√©rio da Educação (MED), voltou a fracassar. Agora, com o Minist√©rio das Finanças nas negociações com o argumento de que não h√° condições para um reajuste dos subs√≠dios de 22%.

Por CSP em 01/02/2023 às 12:25:31
DR

DR

O SINPROF diz que a proposta de 12,5 por cento é inaceit√°vel e o mais prov√°vel é que os professores passem para a terceira fase da greve, tal como estava estabelecido anteriormente.

O Ministério das Finanças (MINFIN) diz não ter condições para um aumento de despesa de forma a poder reajustar os subsídios dos professores na ordem dos 22%, como é exigido.

O secret√°rio-geral do SINPROF, Admar Jinguma, disse que não vai recuar na sua decisão e mantém a sua posição de obter 22% ou avançar para a greve.

"Vamos esta quarta-feira reunir com os nossos secret√°rios províncias, porque a proposta do MED não nos agrada. Nos próximos dias iremos fazer uma comunicação dos passos que serão dados e tudo pode acontecer", disse o sindicalista ao Novo Jornal, em que também acrescenta que a luta vai continuar e a possibilidade do regresso à greve não est√° de fora.

"Vamos lutar de forma legal, porque a Constituição e a Lei conferem-nos este direito, de modo a forçar o Executivo a reavaliar as suas posições e a respeitar os professores!", afirmou Jinguma.

O SINPROF entende que os professores do ensino geral vivem a mendigar ao Governo e lamenta o facto de nenhum docente a este nível ter um sal√°rio acima dos 400 mil kwanzas.

"A greve foi apenas suspensa e a última palavra ser√° dos professores. Tudo pode acontecer! Tudo est√° em aberto", concluiu o sindicalista.

O SINPROF entende que se for atribuído um subsídio de inovação pedagógica de 22%, os professores passam a estar em pé de igualdade com os profissionais de outros sectores.

No dia 28 de Dezembro do ano passado, o SINPROF decidiu suspender o início da terceira fase da greve, que estava prevista para acontecer de 3 a 31 de Janeiro deste ano. Não se sabe o que ir√° acontecer a partir daqui, sendo que a possibilidade de os professores prosseguirem para a terceira fase est√° em aberto.

Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio