RCN12
Planalto Studio
Publicite

FPU e Mudei comparam n√ļmeros, numa altura em que João Lourenço j√° prepara o governo para o segundo mandato

Um comunicado subscrito por mais de 20 grupos de todo o pa√≠s pede à Comissão Nacional Eleitoral que aceite a comparação de actas das assembleias de voto. Entretanto Frente Patri√≥tica Unida (FPU) e o Movimento C√≠vico Mudei comparam resultados e metodologias.

Por Cisola Silva Pontes em 01/09/2022 às 07:02:28
DR

DR

O partido do poder, o MPLA, orientou o seu discurso no sentido da desvalorização das questões levantadas pelos partidos pol√≠ticos que contestam o resultado eleitoral, nomeadamente a UNITA, confiando que o Tribunal Constitucional, liderado pela juiz-presidente Laurinda Cardoso, não far√° nada de substancialmente diferente e que os resultados anunciados a 29 de Agosto, são, efectivamente, os resultados finais.

No entanto, h√° outros n√ļmeros e são v√°rios os grupos da sociedade civil que se mobilizaram para trazerem maior transpar√™ncia ao processo eleitoral, provavelmente, em vão.

Mais de 20 grupos da sociedade civil angolana pediram à Comissão Nacional Eleitoral (CNE) que aceite a comparação das actas das assembleias de voto e a recontagem de votos para garantir "a verdade eleitoral", pedindo à sociedade que se mobilize em prol da dignidade do voto, mesmo com recurso a "vias mais enérgicas".

O comunicado é subscrito por grupos de todo o pa√≠s como a Sociedade Civil Contestat√°ria Associação de Inclusão e Participação Comunit√°ria, Filhos da Resist√™ncia; Placa Pirata em Acção; Libertador de Mentes (LDM);Mizangala (Bengo); Laulenu (Moxico), ROSCCA (Cazenga), Terceira Divisão, etc., que consideram que o processo eleitoral "decorreu num clima de constante irregularidades, sem transpar√™ncia, justeza e lisura".

Estes representantes da sociedade civil pretendem que a CNE aceda às pretensões da UNITA, maior partido da oposição angolana, e do Movimento C√≠vico Mudei para a comparação de todas as atas s√≠nteses com os resultados das assembleias de voto, "de modo a comprovar a vitória do MPLA e, assim, garantir-se a verdade eleitoral expressa nas urnas".

O MPLA arrecadou 3.209.429 de votos, elegendo 124 deputados, e a UNITA conquistou 2.756.786 votos, garantindo 90 deputados.

As organizações c√≠vicas recomendam também à UNITA "que divulgue, no prazo m√≠nimo de 24 horas, os resultados definitivos de sua contagem paralela" e que sejam anuladas e repetidas as eleições, caso não se consiga comprovar a vitória do MPLA.

A Movimento C√≠vico Mudei, anunciou através do Twitter, que analisam dados de forma comparativa com elementos da Frente Patriótica Unida (FUP), recorde-se que o Mudei, tanto antes como depois, tem vindo mostrar n√ļmeros que, a confirmarem através da integral publicação das actas, dariam a vitória à UNITA.


Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio