RCN12
Planalto Studio
Publicite

Aviões militares russos são destruídos num ataque a uma base aérea da Crimeia, mostram imagens de satélite

As imagens documental que alguns aviões militares estacionado na base de Saky, na Crimeira, explodiram no que se pensa ser um ataque direccionado dos ucranianos.

Por CSP em 11/08/2022 às 06:46:23
DR

DR

Pelo menos oito aviões de guerra russos terão sido danificados ou destruídos num recente ataque à base aérea de Saky na Crimeia, de acordo com imagens de satélite recém-divulgadas, o que põe em causa as alegações russas de que nenhum avião tinha sido danificado.

Na noite de quarta-feira, a Força Aérea da Ucrânia adiantou que pelo menos nove aeronaves russas foram destruídas no solo após intensas explosões na base aérea e Saky, na terça-feira, a Rússia assumiu o ataque que diz ter provocado um morto e feridos mais 14 pessoas, além de danificar dezenas de casas nas proximidades da base, mas não adiantou o número de aviões destruídos ou se tinham sido sequer destruído.

Kyiv não reivindicou publicamente a responsabilidade pelo ataque – embora o faça por outras vias – enquanto um conselheiro do presidente Volodymyr Zelenskiy sugeria que isso era possível.

Zelenskiy referiu-se ao ataque no seu habitual discurso de quarta-feira à noite. "Em apenas um dia, os ocupantes perderam 10 aviões de combate: nove na Crimeia e mais um na região de Zaporizhzhia" e acrescentou que "os ocupantes também sofrem novas perdas de veículos blindados, armazéns com munições e rotas logísticas."

A Rússia tentou minimizar o ataque, negando que qualquer avião tenha sido destruído nas explosões e admitindo apenas que "várias munições de aviação detonaram" numa área de armazenamento das instalações militares.

No entanto, as fotos de satélite recém-divulgadas parecem mostrar vários aviões de combate na base militar, em Novofedorivka, complementa danificados, com novas evidências sugerindo a possibilidade de um ataque direccionado por parte dos ucranianos.

As imagens do Planet Labs, com sede nos EUA, mostram grandes áreas de terra queimada e danos visíveis.

Imagens tiradas pelo operador de satélite privado por volta das 8h do dia 9 de Agosto – aproximadamente quatro horas antes do ataque – e por volta das 16h40 do dia 10 de Agosto, mostram que pelo menos oito caças estacionadas do lado de fora foram danificados ou destruídos.

Fonte: The Guardian

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio