RCN12
Planalto Studio
Publicite

UNITA entrega listas ao Tribunal Constitucional. Chivukuvuku e Pinto de Andrade entre os primeiros nomes

Numa altura de ululantes rumores sobre a não-entrega das listas do UNITA, evidenciando dificuldades na sua elaboração, a Camunda News sabe que ainda hoje serão entregues ao Tribunal Constitucional as listas, que não incluem, e a seu pedido, Isaías Samakuva, Paulo Lukamba Gato e Abílio Kamalata Numa.

Por Cisola Silva Pontes em 21/06/2022 às 04:49:01
Adalberto Costa Júnior, candidato à Presidência da República pela UNITA

Adalberto Costa Júnior, candidato à Presidência da República pela UNITA


A UNITA fará entrega, hoje, 21 de Junho, das suas listas às eleições gerais de 24 de Agosto, para serem validadas pelo Tribunal Constitucional.

Os nomes incluídos nas listas, e que a Camunda News acedeu, confirmam o que tem vindo a ser anunciado, ou seja, a lista de candidatos da UNITA à Presidência da República e ao cargo de deputado à Assembleia Nacional, para serem eleitos, é encabeçada por Adalberto Costa Júnior, no segundo lugar está Abel Chivukuvuku, na terceira posição Arlete Leona Chimbinda e logo a seguir, em quarto lugar, Justino Pinto de Andrade.

Ainda no que podemos considerar lugares elegíveis - recorde-se que a UNITA tem na actual legislatura 51 deputados eleitos - estão, por exemplo, Helena Bonguela Abel, Liberty Chyaka ou Mihaela Webba.

Francisco Viana, que recentemente se desvinculou do MPLA, o partido de que o pai, Francisco Gentil Viana, foi um dos fundadores, aparece em 18.º lugar da lista, logo, e ao que tudo indica, elegível ao cargo de deputado à Assembleia Nacional.

Nos primeiros trinta nomes da lista, está ainda Rafael Massanga Savimbi.

E se Filomeno Vieira Lopes, o actual líder do Bloco Democrático, optou por ficar de fora das listas, há outros nomes de 'bloquistas' que integram as listas a apresentar hoje ao Constitucional, como são os casos de Olívio Kilumbo, Luís Fernando Nascimento ou Ernesto da Costa Kassongo, todos entre os primeiros 50 nomes propostos.

Na 26.ª posição temos ainda Américo Kolonha Chivukuvuku, o irmão de Abel, Isaías Daniel Sambangala (30.º) ou Jorge Martins da Cruz (39.º).

Na 44.ª posição está Marcial Adriano Machala, o actual porta-voz da UNITA.

Nuno Álvaro Dala é o número 50.º da lista da UNITA a ser entregue ao Constitucional para aprovação e validação, que entra na lista como representante da Sociedade Civil, num grupo de que fazem igualmente parte, e incluídos nas listas da UNITA, Irina Dinis, Hitler Samussuko, Pedro Pedroski Teca e Dito Dali, elementos dos chamados 'revús' e de núcleos da Sociedade Civil que se opõem há anos ao regime liderado pelo MPLA.

A Camunda News não conseguiu confirmar cabalmente todos os nomes aqui apresentados, mas, e também de acordo com o que tem vindo a ser dito por Adalberto Costa Júnior e pelos dirigentes do partido (BD) e projecto de partido (PRA-JA), que fazem parte da Frente Patriótica Unida (FPU), os nomes agora apresentados reflectem isso mesmo, o que tem vindo a ser dito por Costa Júnior, Abel Chivukuvuku e Filomeno Vieira Lopes, bem com a integração de membros da Sociedade Civil, como, porque pensamos que é essa agora a sua posição, o nome de Francisco Viana, entre outros.

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio