RCN12
Planalto Studio
Publicite

MPLA fala de eleições gerais em todo o pa√≠s e evita falar de Luanda

Na semana em que o Comit√© Central do MPLA formalizou a candidatura de João Lourenço a Presidente da Rep√ļblica e aprovou o Plano de Marketing Eleitoral, um estudo da Ovilongwa - Estudos de Opinião em parceria com o Afrobaromter revelou que as intenções de voto na UNITA t√™m vindo a crescer em todo o pa√≠s, especialmente desde 2019.

Por Administrador em 06/05/2022 às 07:36:05
DR

DR

Em Luanda, e no que tem a ver com as intenções de voto, o partido da oposição, liderado por Adalberto Costa J√ļnior, ultrapassa o partido do poder, com uma diferença de sete pontos percentuais - 23% para a UNITA contra 16% para o MPLA.


H√° ainda um largo espectro de indecisos, uma realidade que abrange todo o pa√≠s, onde os que prov√°veis eleitores que não respondem ou não sabem em que vão votar estão acima dos 30%.

De acordo com o estudo apresentado esta semana - e que decorre de um trabalho de campo realizado no pa√≠s entre Fevereiro e Março deste ano - aumenta o n√ļmero de potenciais eleitores que dizem que votariam na UNITA nas próximas eleições gerais, em contraponto, a percentagem de eleitores que diz que vai votar no partido do poder, no MPLA, tem vindo a diminuir.

O estudo destaca, no entanto, o largo n√ļmero de indecisos, que também aumentou relativamente a 2019. Em 2019, a percentagem das pessoas que recusaram responder à questão: "em quem votaria", foi de 25%, em 2022 é de 31%, quanto aos que não sabem, passou de 7% em 2019, para 31% em 2022, estes dados são preocupantes na medida em que revelam, muito provavelmente, um maior afastamento ou desconfiança entre os eleitores e os pol√≠ticos. De uma forma simples, somando os dois elementos, temos que cerca de 40% do eleitorado angolano est√° indeciso quanto às suas intenções de voto e/ou se vai mesmo votar.



Em Agosto, os angolanos vão votar nas quartas eleições gerais em tempo de paz. O MPLA venceu as tr√™s eleições anteriores, mas o seu dom√≠nio parlamentar tem vindo a diminuir, passou de 191 em 2008 para 150 em 2017, num parlamento de 220 lugares, mantendo, ainda assim, uma maioria qualificada, enquanto a presenc?a da UNITA no Parlamento cresceu de 16 para 51 no mesmo per√≠odo, entre 2008 e 2017.

Temos, então, que à semelhança do que aconteceu em 2017, em que os votos na prov√≠ncia de Luanda foram razoavelmente diferentes da tend√™ncia em todo o pa√≠s, onde o MPLA obteve 61% dos votos, na capital, os dois principais partidos da oposição - UNITA e CASA-CE, liderada na altura por Abel Chivukuvuku –obtiveram 49% dos votos em urna, enquanto ao MPLA obteve 48%. Uma diferença m√≠nima, mas que reflecte outra realidade, que, e de acordo com o estudo do Afrobarometer, se pode repetir, agora em escala mais alargada.

Enquanto isso, o Comité Central do MPLA, reunido, esta semana em Luanda, na sua 2¬™ Sessão Ordin√°ria, e presidido pelo presidente do partido, João Lourenço, apreciou o Plano de Marketing Eleitoral e as principais linhas de força dos discursos pol√≠ticos, congratulando-se com os actos de massas pol√≠tico-eleitorais da pré-campanha.

E esses actos de massas de pré-campanha t√™m sido acompanhados pela inauguração de infra-estruturas pelo Presidente da Rep√ļblica e recandidato pelo partido ao cargo. Das obras inaugurados, o CC do MPLA destacou o Sistema de Transfer√™ncia de Água do Rio Cunene, a partir da localidade do Cafu, no Cunene, e Hospital Geral e o Terminal Mar√≠timo de Passageiros em Cabinda. Obras associados ao Presidente João Lourenço e "enaltecidas" pela sua import√Ęncia, e a que se acrescentam outros investimentos que "garantem melhores condições de vida ao povo angolano".

Os membros do Comité Central "evidenciam a capacidade de mobilização das estruturas intermédias e a prontidão dos militantes, amigos e simpatizantes do MPLA e cidadãos eleitores, tendo em vista a vitória eleitoral", l√™-se no documento do partido. O MPLA conta com uma vitória expressiva do seu l√≠der nas Eleições Gerais de Agosto de 2022.

A avaliar pelos estudos de opinião, dir-se-ia que h√° que moderar o entusiasmo. Veja-se o quadro que se segue.


Comunicar erro
Restaurante

Coment√°rios

Banner_Animado_Planalto_Studio