RCN12
Planalto Studio
Publicite

Árbitro Zambiano Janny Sikazwe manda terminar o jogo antes do tempo regulamentar

O Árbitro Zambiano, Janny Sikazwe, que apitou ontem, 12 de janeiro, o encontro entre Tunísia e Mali, referente ao Grupo F da Taça das Nações Africanas (CAN), mandou terminar a partida antes do tempo regulamentar por lapso aos 85, tendo corrigido o erro.

Por Isaac Sócrates em 13/01/2022 às 12:41:38
Árbitro Zambiano Janny Sikazwe manda terminar o jogo antes do tempo regulamentar

Árbitro Zambiano Janny Sikazwe manda terminar o jogo antes do tempo regulamentar

O encontro prosseguiu,mas não da forma mais tranquila. Ainda a faltar alguns segundos para o minuto 90, ou seja aos 89 minutos e 45 segundo, voltou a apitar para o final do jogo e dessa vez não voltou atrás. Os protestos dos jogadores e staff da Tunísia foram muitos.

Numa altura em que a seleção Maliana estava na frente do marcador, graças a um golo de Ibraima Koné, de grande penalidade, ao minuto 48.

Depois deste o episodio o organismo máximo do futebol Africano (CAF) decidiu que o encontro devia ser retomado para que se jogassem os derradeiros minutos (não houve tempo de compensação, sequer), mas apenas a seleção do Mali entrou em campo, perante a recusa da Tunísia, cujo objetivo será mesmo o de ver o jogo repetido. Curiosamente, seria o quarto árbitro a comandar a ponta final do encontro e não como o mesmo árbitro.

Recordar, que o árbitro Zambiano Janny Sikazwe, foi suspenso em pela CAF, quando dirigiu um bastante conturbado disputado no Estádio Olímpico de Radès, que ditou o afastamento do 1º de Agosto da presença inédita na final de Liga dos Clubes Campeões, face à derrota por 2-4, frente ao Esperance de Túnis, o árbitro zambiano Janny Sika-zwe foi suspenso de toda a actividade, pela Confederação Africana de Futebol (CAF).

Segundo CAF, o afastamento devia-se a uma "arbitragem tendenciosa", em claro prejuízo do embaixador angolano, na decisão da meia-final, com destaque para o golo anulado a Bobó, num lance sem qualquer infracção dos jogadores na altura às ordens do sérvio Zoran Maki.

Sikazwe, árbitro de elite do continente, bem referenciado no Mundial"2018, realizado em Junho na Rússia, no qual chefiou a equipa do assistente angolano Jelson Emiliano dos Santos, permitiu que a partida decorresse debaixo de um ambiente hostil, inclusive com falta de condições para respirar, dada a deflagração de bombas de gás pimenta.

Comunicar erro
Restaurante

Comentários

Banner_Animado_Planalto_Studio